Yinhe pro 01 Alc com Donics Bluestorms Z3

Olá pessoal. Primeiramente quero elogiar o fórum já aprendi muito por aq.
Fiz uma busca antes de postar e acho q não achei nada bem claro sobre essa raquete q vou falar, muito menos sobre essa combinação.
Iniciei mesmo no tênis de mesa na pandemia, na época comprei uma raquete montada no mercado livre um DHS 6002. Achava q estava comprando uma nave q ía jogar muito com ela. Hahahhaha ledo engano.
Quando acabou a pandemia e fui procurar as escolinhas, Tds falavam mau da minha raquete, não sei se mero preconceito com as chinesas, enfim. Troquei as borrachas. A oportunidade me fez colocar uma Xion Vega X no fore e uma Xion Vega pro no back. A raquete ficou bem pesada e um pouco explosiva, entretanto consigo sentir bem o toque da bola.
Depois de muita observação e pegando as raquetes dos outros, resolvi mudar de material.
Pra começar, ouvi falar muito bem da Yinhe pro 01 ALC, segundo alguns é uma cópia da Viscaria da Butterfly. Já pude bater bola usando uma yinhe t11 e usando uma Viscaria. Acho q não vou ter trabalho usando essa lâmina nova. Mas, queria ouvir o q vcs sabem sobre ela. No custo benefício, aparentemente, é uma super tentação. A Viscaria custa 1450 reais enquanto a Yinhe pro 01 Alc custa 350 reais.
Minha pretensão é colar duas Donics Bluestorm z3 tanto no fore quanto no back. Se puderem comentar sobre isso aí tb. Brigadão pessoal.
Espero ter acrescentado.

P.S.
Tem um post aq sobre a Yinhe pro V14 ALC fala muito pouco da pro 01 e nada a respeito dessa combinação q sugeri aí. Vlw.

Quem falou sobre a Pro 01 ser um clone da Viscaria fui eu. Eu tenho uma Timo Boll ALC, que já é um clone da Viscaria, e a Pro 01 é praticamente igual.
O que eu gosto nesta madeira é a batida muito equilibrada entre velocidade e controle, além da espessura fina que favorece a empunhadura. Se for comparar com uma Primorac Carbon, por exemplo, eu ganho em velocidade mas perco muito no controle, além da batida ser mais dura e a empunhadura ficar pior devido a maior espessura da madeira.
Dito isso, eu prefiro a Pro 01 (ou Timo ALC) com borrachas mais duras justamente porque a madeira já é flexível e soft, novamente, comparada com as de carbono puro. Se optar por usar borrachas muito macias como a Z3 vai ficar um conjunto super soft. Imagino ainda que uma combinação assim fique barulhenta no drive, com arco alto e bastante efeito, mas não muito veloz em drives mais potentes. Dependendo do estilo pode ser agradável, mas não é para mim.

Pow, vlw mesmo Nakata. Ainda não comprei.
Estou estudando tds as opções. Como falei eu sou um iniciante/intermediário, já consigo trocar uns drivers, fzr umas puxadas e dar umas chiquitas e flics. Mas, tô em busca de um pouco mais de controle. Adorei sua explicação. de acordo com os próximos comentários talvez eu avalie reduzir para uma Z2 ou até mesmo Z1. Ou uma combinação específica para fore e back.

Nakata, olhando minha combinação atual vc sugere alguma configuração de borrachas? Pq decidido mesmo acho q só a lâmina. Vlw.

Eu posso citar o que eu uso com esta madeira: DHS Goldarc 8 de 50° no fore e Dignics 05 no back.
Na Timo ALC eu tenho uma Rakza Z Extra Hard no fore e Hurricane 3 Neo no back.

Uma que eu quero testar é a XVT ALC Dragon. Vi que ela também possui a mesma composição de fibras da Timo Boll ALC (koto, ALC, limba, kiri) e custa apenas 150 reais (dá até medo rsrsrsrs). A Timo Boll é isso que o Nakata falou: uma madeira que possui um controle impressionante pela velocidade que produz. Um amigo meu que pegou para testá-la também sentiu isso e gostou tanto que resolveu comprar a da XVT. Quando chegou, eu peguei nela e parece muito mesmo uma cópia da Timo Boll (até o peso é igual) e é bonita também, bem acabada (por incrível que pareça). Só não vi ainda o teste prático, na mesa.

Pelo preço dessa XVT deu até vontade de pegar essa.
Mas, eu tô com uma dúvida tb quanto as borrachas.
Agora mesmo acabei de vir do treino e do bate bola e meu back tá bem seguro e efetivo com uma Xion Vega pro. As vezes a bola escapa e eu perco um pouco o controle. Mas, ele tá com uma boa potência. Tô com medo de trocar para a Z3 e perder essa potência. O q acham?

Achei a Vênus 14 da Yinhe muito dura, gostaria de saber se a Pro 01 da Yinhe é uma madeira macia.

Amigo, pelo que pesquisei a sequência de fibras delas são:
Yinhe V-14 Pro: Limba - ALC - Limba - Kiri - Limba - ALC - Limba
Yinhe Pro-01: Limba - ALC - Samba - Kiri - Samba - ALC - Limba

Samba e Ayous são a mesma fibra, de regiões diferentes.

A Timo Boll ALC tem outra composição: Koto - ALC - Limba - Kiri - Limba - ALC - Koto

Então, nenhuma das duas parece ser algum tipo de cópia exatamente da Timo Boll ou da Viscaria (como diz em alguns sites), que têm a mesma composição. A madeira Samba, @EduardoAMTM, é um pouco mais macia do que a Limba. Então, pode ser que a Pro-01 seja um pouco mais macia como um todo do que a V-14 Pro, mas, sinceramente, não sei se vale o teste. As duas são parecidas. Será que você não se adaptou e achou ela dura por conta do Arylate-Carbon (ALC)?

ALC é uma fibra combinada de Arylate e Carbono. Diz que o Arylate dá uma sensação mais suave, mas não é Arylate puro, e o carbono faz muita diferença.