Classista, classineta ou caneteiro ?

uma pergunta nao tao facio de responder mais com esperiencia de voces aqui no TM quem é melhor mesmo entre os treis estilos?

sera que so porque o campeao mundial é classista que o estilo leva a melhor ou é mesmo o estilo leva a melhor ?

denis melo
cypress
marck v

Na minha opinião o estilo clássico tem mais opções de jogadas, logo é o mais eficiente. Mas isso não quer dizer que por causa disso você vai ser melhor jogando clássico do que jogando caneta, ou classineta.

Sugiro que você dê uma pesquisada no fórum, esse assunto já foi muito abordado aqui.

https://mesatenista.net/modules.php? … mpunhadura

Olha, já foi discutido em tds os fóruns do mundo de tm. E ngm nunk consegue convencer a todos qual estilo é o melhor.

O fato é q dá p/ se tirar algumas conclusões.

O caneta é um est mais concentrador pq tem um gap maior de desempenho(na média) entre: níveis de ataque x defesa, forehand x backhand, jogo de definição x troca de bolas. Então, o o caneta sempre busca forçar o jogo c/ seus pontos fortes, tentando minimizar a exposição de seus pontos fracos. Isso faz c/ q ao longo do tempo ele se especialize mais onde ele tem vantagem competitiva. Quais são os potenciais pontos fortes do caneta?

  • Potência no Forehand: Smash, Drive e Loop
  • Potência em (Long) Backhand: Chapado e Drive (técnica koreana)
    Atenção p/ não confundir c/ short backhand
  • Saque: + Mobilidade, + possibilidade de por efeito (principalmente no “de esquerda”
  • Jogo Curto backspin na mesa toda.
  • Jogo Curto abrindo harao/flick/flip no meio e na direita
  • Área vulnerável do meio/do cotovelo é menor
  • Adição de sidespin ou backspin em golpes como: matadas, shotos, haraus/flicks/flips e “torteiras”.

O classineta e o clássico são estilos apelidados de “mais completos” pq são mais fáceis p/ aprender as técnicas básicas de todos os movimentos pq estes já fluem mais naturalmente durante o aprendizado.

O clássico e tem maior poder de fogo q o caneta (na média) em:

  • Harao/flick/flip de back + Chiquita/Banana Shot
  • Backhand: Short (Shoto), Push, Loop, Counterdrive e Small+Medium Drive

Só isso? Então onde eles levam vantagem? Eles levam vantagem no controle de bola em muitos golpes, expondo menos o jogador ao risco e dando mais consistência ao jogo. Isso faz c/ q o jogador não precise se movimentar “fugindo da esquerda” (como se diz no tênis de campo), consequentemente, o jogador não deixa a mesa “aberta”, correndo menos o risco de bater desequilibrado (mto importante) e cansa-se menos.

E o classineta? O classineta consegue juntar o q o caneta e o clássico tem de vantagem. Mas, então ele é superior aos 2? Não, pq ele não consegue reproduzir estas vantagens c/ o msm poder de fogo ou controle.
Além disso, o classineta incorre no dilema se ele escolherá ser especialista em RPB como Wang Hao ou terá o backhand variado como Ma Lin.
Se escolher ser como Wang Hao, aumentará um pouco a vulnerabilidade q o clássico tem. Se escolher ser como Ma Lin perderá em algumas desvantagens q o caneta tem. Portanto, o classineta além de não conseguir reproduzir c/ tanto poder ou controle, adquire parte da vulnerabilidade/desvantagens entre o estilo caneta ou clássico.

Então, qual o melhor o estilo?

[quote=“Kyo”:2iuu8kor]Além disso, o classineta incorre no dilema se ele escolherá ser especialista em RPB como Wang Hao ou terá o backhand variado como Ma Lin.
Se escolher ser como Wang Hao, aumentará um pouco a vulnerabilidade q o clássico tem. Se escolher ser como Ma Lin perderá em algumas desvantagens q o caneta tem. Portanto, o classineta adquire parte da vulnerabilidade/desvantagens entre o estilo caneta ou clássico.[/quote]

Por favor, desconsiderem esta parte pq ao passo que ele aumenta sua desvantagens, também ganha em vantagens.

E outro detalhe que lembrei é que cada pessoa é única no mundo, então o fato dela jogar jogar bem clássico não significa que se ela treinasse a mesma carga horária ela seria igualmente forte de caneta ou classineta. Se formos pensar que a motivação na iniciação sofre grande influência da:

  • capacidade de assimilar os ensinamentos e
  • quantidade de prazer que ela obtém.

E a melhora de nível depende da motivação, certo? Então se a pessoa treinasse em outro estilo não temos nem como saber se ela terá a msm motivação, o msm prazer, continuará gostando do esporte ou melhorará de nível igualmente.

Concluindo, o melhor estilo é aquele q faz vc

  • obtiver melhores resultados lá na frente,
  • sentir-se motivado
  • ter prazer em jogar.
    (Dãrrr, jura? Sim, por mais q a gente dê voltas e voltas, a resposta vai ser sempre a mais óbvia e sem graça)

ahuahuahuha

O melhor da resposta do Kyo foi a conclusão…

Congratulations!!!

[]´s

[quote=“denismelo”:1hvhom2d]uma pergunta nao tao facio de responder mais com esperiencia de voces aqui no TM quem é melhor mesmo entre os treis estilos?

sera que so porque o campeao mundial é classista que o estilo leva a melhor ou é mesmo o estilo leva a melhor ?

denis melo
cypress
marck v[/quote]
Pienso que un jugador tipo wang hao seria divertido de ser y la ventaja tremnenda

Eita Kyo!! você não deixou espaço pra mais nada, disse tudo mas, como é um pedido de opinião e não é sobre o ovo ou a galinha e, tambem, como já joguei e gosto de, vez ou outra, tirar a poeira da minha caneta japa (Senkho Super 95 S) e da amada Viscaria, concluo, o melhor grip é o Classista, por ser completo, bastando ao praticante se empenhar pra domina-lo o que não é dificil. O classineta, meu grip, tem muito do classista mas, dominar as técnicas de back é um pouco demorado, mas quando domina é otimo, porém, não se torna superior ao back de um classista. Na minha humilde opinião o pior grip é o caneta, o For bem treinando é muito bom porem, o esforço é bem maior no deslocamento pra atacar uma bola vinda para o lado esquerdo e o Back do caneta não é nada amigavel.
Portanto, para mim fica assim:
1º - Classista
2º - Classineta
3º - Caneta
No mais senhores, sigo o voto do relator Kio.
Speed.
Speed

Pois é, como falaram os 3 tem vantagens e desvantagens.

Gosto muito do estilo clássico, pq jogo assim e acho mais fácil e confortável de jogar. Também acho que melhora a ofensividade sem tanto desgaste como caneta.

Gosto do caneta pq alem de ser um estilo bonito, exige uma movimentação de pernas fenomenal. Acho muito bom que tenhamos caneteiros competitivos em todos os niveis.

Não gosto muito do classineta, achei a tecnica do rpb bem complicada inicialmente (quase não a treinei), e acho que ainda falta um pouco pra esse estilo se consolidar.

Enfim, eu sou classista, e se fosse mudar, seria pra caneta.

Na minha opinião o caneta é mais versatil pelo movimento de rotação do pulso. pq o classico você usa um movimento que não é natural do pulso diferente do caneta q usa omovimento natura da articulação da mão…

abraços…

Vai da preferencia de cada um.
Eu sempre gostei do estilo caneta, acho muito bonito. Porem, nunca consegui me adaptar, o q faz com q eu tenha o estilo classico.
O classineta eu nunca tentei naum, parece ser muito complicadu.
Flw e saudaçoes mesatenistas

Concordo com o Speed, quando o Kyo escreve a primeira coisa que vem à cabeça é: mais uma do Post-Master.
Fica difícil achar o que + comentar, mas eu vou tentar.
Jogador de alto nível (seja top mundial ou nacional) tem um desgaste muito grande quando precisa jogar mais de 2 partidas no mesmo dia. Vou citar um exemplo: no mundial de 1999, o Kim Taek Soo jogou uma partida disputadíssima contra o JM Saive, mas saiu vencedor. Poucas horas depois ele enfrentou o Ma Lin, já pelas ¼ final. E não conseguiu fazer nada. Uma porque o Ma Lin estava jogando muito, mas o motivo principal é que o KTS não teve tempo de se recuperar. O seu estilo de jogo, assim como do Ryu Seung Min, e de todo caneteiro que joga em alto nível, exige que o atleta esteja no máximo da condição física. Se um caneteiro como KTS estiver com 80% de gás, o rendimento já cai muito.
Já o classista se cansa menos que o caneteiro, pois não precisa buscar o forehand o tempo todo por motivos óbvios.
E considerando que em competições do tipo Copa Brasil, o jogador faz vários jogos no mesmo dia, esse desgaste maior do caneteiro pode pesar na balança em uma eventual final caneteiro x classista. Lembrando mais uma vez que eu me refiro a caneteiros que buscam drive de forehand o tempo todo, utilizando muita movimentação. Porque se formos considerar o caneteiro plantado, esse talvez se canse menos ainda que o classista.
Concluindo, se eu fosse técnico permitiria que jogadores jovens (pré-mirins) atuassem como caneteiros somente se tivessem talento natural p/ jogar nesse estilo. Caso contrário, não hesitaria em “fazer” mais jogadores classistas.

… sem palavras kyo essa foi boa!!! parabens floww

[quote=“Nakata”:3k6tb2zl]Concordo com o Speed, quando o Kyo escreve a primeira coisa que vem à cabeça é: mais uma do Post-Master.
Fica difícil achar o que + comentar, mas eu vou tentar.
Jogador de alto nível (seja top mundial ou nacional) tem um desgaste muito grande quando precisa jogar mais de 2 partidas no mesmo dia. Vou citar um exemplo: no mundial de 1999, o Kim Taek Soo jogou uma partida disputadíssima contra o JM Saive, mas saiu vencedor. Poucas horas depois ele enfrentou o Ma Lin, já pelas ¼ final. E não conseguiu fazer nada. Uma porque o Ma Lin estava jogando muito, mas o motivo principal é que o KTS não teve tempo de se recuperar. O seu estilo de jogo, assim como do Ryu Seung Min, e de todo caneteiro que joga em alto nível, exige que o atleta esteja no máximo da condição física. Se um caneteiro como KTS estiver com 80% de gás, o rendimento já cai muito.
Já o classista se cansa menos que o caneteiro, pois não precisa buscar o forehand o tempo todo por motivos óbvios.
E considerando que em competições do tipo Copa Brasil, o jogador faz vários jogos no mesmo dia, esse desgaste maior do caneteiro pode pesar na balança em uma eventual final caneteiro x classista. Lembrando mais uma vez que eu me refiro a caneteiros que buscam drive de forehand o tempo todo, utilizando muita movimentação. Porque se formos considerar o caneteiro plantado, esse talvez se canse menos ainda que o classista.
Concluindo, se eu fosse técnico permitiria que jogadores jovens (pré-mirins) atuassem como caneteiros somente se tivessem talento natural p/ jogar nesse estilo. Caso contrário, não hesitaria em “fazer” mais jogadores classistas.[/quote]

Con todo respeto esa excusa se la escuche a fran camargo que dijo q Kim no tenia energia para ganarle a ma lin, es ridiculo ya que kim no tenia porque jugarle igual (como jugo contra saive) a ma lin. el juego entre kim y ma lin siempre ha sido de puntos cortos y no contra loop como contra un europeo como saive
obvio que en brazil siempre se va apoyar a quien quiera que juegue lap japones y seguro que si ma lin era el que perdia no dirian nada, ademas si kim no tiene energia deberia prepararse mejor y no usar esa excusa aunque fran fue el que dijo eso.

recuerdo que en osaka 2001 cuando jugo wang liquin contra chiang peng lung, el equipo brasilero apoyaban a chiang y eso siempre sucedera,aunque el que tenga raqueta cuadrada sea el 900 del mundo contra cualquier chino sea kan yo o lo que sea que agarre la raqueta redonda.

Melhor estilo é caneta :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:

No caneta japonesa, e dificil atacar de back porque vc nao tem firmeza
Caneta chinesa eu nunca joguei
Classico e meu estilo atual e eu o considero melhor por ser mais dinamico.

Antes era caneteiro japones, mas eu treinador disse que era melhor eu jogar de classineta.Adorei a melhora!!!

Ps. Melhor estilo:Classineta ganha feio!!! 8)