Capa Fóruns Discussões Sobre Competições Campeonato Mundial 2013

Este tópico contém 327 respostas, possui 27 vozes e foi atualizado pela última vez por  Eduardo 6 anos, 5 meses atrás.

Visualizando 13 posts - 316 até 328 (de 328 do total)

Campeonato Mundial 2013


  • fabiokbssatte
    Participante
    fabiokbssatte

    Pois é. Mas o que eu quis dizer sobre o intercambio é que mesmo sem passarem o pulo do gato, teremos o pessoal pegando experiencia com os jogadores de lá. Respeitando as proporções, no meu caso, ou até no caso de qualquer um, quando jogamos com um atleta mais forte da primeira vez, o resultdo é desastroso, porem se começamos a treinar junto, sempre estar jogando, vamos inconscientemente acostumando ao jogo dele e a disputa começa a ficar mais equilibrada.

    Com relação ao Werner Schlager, naquele mundial tudo conspirou para que um chines não ganhasse. Sozinho talvez o Schlager nao teria conseguido, ele precisa agradecer tambem a uma atuação fora do normal do Joo Saekyuk que eliminou nada menos que o Ma Lin. Provavelmente o Schlager nao venceria um terceiro chines no torneio, o que tornaria o Ma Lin campeão mundial.

    Para acontecer isso de um chines nao ser campeao mundial, nao precisamos de apenas um abençoado, mas 2 ou 3.
    Neste ano, imaginem se no mesmo dia, nas quartas de final o Kenta e o Timo Boll vencessem seus jogos(falo isso pois os dois passaram realmente perto e fizeram jogos muito duros contra seus respectivos oponentes). Os dois poderiam ser destruidos na semi? Sim, porem a confiança da soberania chinesa estaria pelo menos pressionada na semi final e algum dos dois poderia ter se classificado para a final. E ai poderiamos ter uma reprise de 2003.

    Pra mim a diferença esta na parte mental. Na final os dois nao gritaram, nao vibraram e tal, mas vendo os outros jogos, de chineses contra nao chineses, é uma gritaria desde o primeiro ponto. Se imagine do outro lado da mesa “puts o cara ja é o melhor do mundo e ainda fica gritando e me pressionando, ele nao precisa disso”, entao o jogo começa e os pontos vao saindo um atras do outro, logo o adversário perde as esperanças e entrega o jogo.

    Alguem aqui no fórum falou no ano passado na final do mundial de equipes a seguinte frase :
    – Olha como eles comemoram, até parece que eles são a zebra


    KSilvestre
    Participante
    KSilvestre

    Provavelmente os jogadores mais jovens da China já devem estar treinando com as novas bolas já faz algum tempo, quando elas forem obrigatórias nos campeonatos, eles já vão estar mais acostumados com elas do q todo o resto do mundo.

    Mas de qualquer forma é difícil dizer qual realmente é o segredo deles, pois outros países asiáticos q tb levam a sério o TM, hj nao fazem frente aos chineses.

    Nao acredito q haja 01 segredo, e sim uma combinação de vários deles….


    Paulo santos
    Participante
    Paulo santos

    Não discordo em nada na reflexão dos colegas!

    hoje a china não tem mais o que esconder no TM,
    com a internet mostrando jogos de quase todos torneios, e até mesmo da liga chinesa. Não há
    segredo e sim combinações como foi dito, lembremos que a cultura esportiva da china antes
    da abertura para o mundo era de total pressão a quem a representa-se no mundo esportivo, vcs tem
    a lembrança de ZJ rasgando a camisa ao ser campeão em uma final de competição, em outros tempos
    ele sumiria do cenário mundial certamente.
    A China abriu para o mundo no cenário político e até social, mas a disciplina quanto ao atleta deste
    pais ainda deve conter muitas didáticas e pressões políticas da China totalmente fechada, com sua
    abertura a economia dela hoje chega certamente a 1ª do mundo talvez, então é varias combinações
    mesmo.
    Tênis de mesa é um esporte do berço, paixão nacional Chinesa, a economia a todo vapor, que pode
    investir principalmente na menina dos olhos, o TM, vejam o legado da olimpíada neste pais, alguns
    muitos positivos e outros não, houve espaços montados para certas modalidades que já foram destruídos
    e feitos até shopping e parque no mesmo local, isso sem contar que a disciplina oriental até mesmo
    aqui no Brasil não admite erros, falhas ou fracassos.


    Nakata
    Moderador
    Nakata

    Vendo alguns vídeos fica claro o motivo do ótimo desempenho do Zhang Jike em grandes eventos como neste mundial.
    Ele evidentemente não joga a todo vapor em etapas de pro tour, seletivas e torneios menores. Desta maneira ele sempre tem uma “reserva para gastar” em mundiais e olimpíadas. Mas isso é apenas uma pequena parte do seu sucesso.
    Eu diria que Zhang tem grandes trunfos sobre seus oponentes:
    – a força mental muito grande
    – o vigor físico idem, um dos melhores do circuito
    – o equilíbrio entre agressividade e segurança. Se observarmos seus jogos veremos que ele sempre desfere drives com muita segurança, fazendo a bola passar sempre alta em relação a rede.
    Ma Long, por exemplo, joga com mais agressividade que Zhang, mas com muito menos segurança, quase no limite. Daí ele geralmente comete mais erros que Zhang, porém quando erra pouco geralmente vence tudo. Mas é um jogo de alto risco a se adotar num mundial.
    Já Wang Hao tem bom equilíbrio mas carece do mesmo vigor físico dos 2 primeiros. E Xu Xin carece de maior força mental.
    Enfim, Zhang é o mais completo entre os top players chineses. E da nova geração chinesa o único jogador semelhante a ZJK que vejo é o Yan An, mas ainda um degrau abaixo. Não duvido que, se Zhang conseguir uma vaga para as olimpíadas do Rio, se tornará bi olímpico também.


    Ailton aga
    Participante
    Ailton aga

    No jogo Xu XIn x Zhang Jike, quando Xu Xin vai ate os arbitros para falar sobre sua borracha preta, qdo vira para vermelha aparece o simbolo da borboleta… Ele nao e patrocinado pela Stiga, nao estava usando calibra? alguem sabe qual borracha ele esta usando
    dou ate um chute… (Tennergy 64)


    Nakata
    Moderador
    Nakata

    Se bobear o Xu Xin nunca colocou as mãos numa Calibra… Ele sempre usou Tenergy, só não sei qual delas. Também acho que é a T64. A grande maioria dos tops chineses usam Tenergies no backhand.
    Sobre seu contrato com a Stiga não sei se terminou, mas o fato é que ele deixou de usar a Rosewood e agora joga com madeira Yasaka.


    Ailton aga
    Participante
    Ailton aga

    Nakata segue uma imagem da raquete quando estava na mao dos juízes


    Gustavo Santos
    Participante
    Gustavo Santos

    O Xu Xin parou de usar madeira da Yasaka e voltou a usar uma da Stiga, Stiga Intensity.

    http://migre.me/eFCfY
    http://migre.me/eFChT
    http://migre.me/eFClf
    http://migre.me/eFCmI

    E ele está mesmo usando Tenergy no backhand.

    http://migre.me/eFCqv


    Nakata
    Moderador
    Nakata

    O Xu Xin parou de usar madeira da Yasaka e voltou a usar uma da Stiga, Stiga Intensity.

    http://migre.me/eFCfY
    http://migre.me/eFChT
    http://migre.me/eFClf
    http://migre.me/eFCmI%5B/quote%5D
    Ops, falha minha. Eu sabia apenas que não era mais a Rosewood, pensei que fosse da Yasaka.


    farao
    Participante
    farao

    Durante a copa do mundo de equipes eu jurava q era uma yasaka!


    Adriano_Neves
    Moderador
    Adriano_Neves

    Sera que Gustavo Tsuboi fara história Hoje?

    Será que o Flamengo ganha a copa do Brasil e o campeonato brasileiro?
    Ou será que Federer vence Roland Garros, Wimbledon e US Open e retoma o número 1 do ranking?
    Em ambos os casos as chances são as mesmas.[/quote]

    Falando em Roland Garros, vejam só essa jogadora:


    Eugene Bouchard do Canadá

    Acho q nunca tinha visto uma jogadora tao bonita quanto esta no Tenis em Todos os Tempos .
    Hoje, ela estava jogando em RG contra outra musa: Maria Sharapova!!! :ohmy: :woohoo:

    A Eugene é linda até sem estar produzida, pq tem muitas jogadoras q para ficarem lindas precisam estar produzidas, como a Ana Ivanovic.
    A Eugene nao, até vestida de jogadora é maravilhosa:

    Ia colocar isso no topico das “Gatas”, mas nao encontrei o mesmo usando a busca no forum! :blink:

    Pensei tb em colocar no topico sobre Roland Garros q criei, acho q em 2011, mas tb nao encontrei na busca…
    De qq forma, achei melhor nao criar um topico, só para falar sobre RG e citar a Eugene, já q nao tem muita gente interessada em discutir Tenis por aqui ultimamente.
    Esse aqui foi o unico topico q encontrei na busca do Forum, usando como palavras-chave: “Roland Garros”. :blink:

    Alcir Zardetto Franzol

    Depois de pouco mais de um mês numa loucura logística, cá estou de volta. Está ficando cada vez mais difícil cumprir minha meta pessoal de passar pelo fórum todo dia! Mas estou de volta e disposto a continuar tentando.
    Pois bem, consegui finalmente concretizar o sonho de assistir um Mundial neste mês que passou, e disso tudo ficaram muitas experiências interessantes, seja a respeito do esporte ou não.
    Para começar, dei azar no quesito organização: este mundial ficou devendo muito neste aspecto. Além do ginásio principal, havia um segundo ginásio (vcs devem ter visto fotos) onde foram realizados muitos jogos na fase inicial do evento, inclusive boa parte dos jogos individuais dos brasileiros. Este ginásio era como um porão: mal acabado, meio escuro (pode ser impressão minha) e tinha uma capacidade de público muito pequena (cerca de 200 pessoas, se não me engano). Por esta razão, o único jogo que consegui assistir ali foi o da nossa dupla mista Thiago Monteiro e Lígia Silva contra uma dupla inglesa formada por Daniel Reed e Joanna Parker (que os nossos felizmente venceram), isso no final do segundo dia (último jogo do dia). Depois, não consegui mais assistir nenhum jogo naquela área, pois ao atingir (rapidamente) a lotação, a entrada era bloqueada. Houve mais alguns problemas de organização, mas usar este tempo e espaço para falar da parte boa.
    Estive todos os dias na primeira fila, muito perto das áreas de jogo e mais ainda da circulação dos jogadores para elas. Isso me permitiu perceber detalhes bem interessantes. Por exemplo, o que mais me impressionou não foi a potência dos golpes, mas sim a precisão, no altíssimo, alto e talvez médio nível. Quando digo precisão, quero dizer que a maior parte dos golpes são aplicados no limite em relação à geração de efeito. É muito difícil de se ver golpes predominantemente batidos. A inteligência das jogadas (de boa parte dos jogadores) tb me entusiasmou, e como não é fácil descrever isto, comparo com o futebol do Barcelona por exemplo: não ir para cima a todo momento, mas saber quando aumentar ou diminuir o ritmo, variar, etc.
    Como destaques, talvez o cara que mais tenha me chamado atenção tenha sido o Omar Assar, do Egito. Quem vê um cara daquele biotipo, logo pensa que dá porrada a torto e a direito, mas se encaixa exatamente no que eu acabo de descrever. É raçudo, mas concentrado e calmo, e fora da área de jogo foi bem simpático com todo mundo. Só consegui dizer a ele um “belo jogo” ao que fui respondido com um sorriso sem graça (daqueles de humildade) e um “muito obrigado”. Cara bacana, merece muito mais pela frente. O Cho Eun Rae (sempre tive uma certa admiração pelo jogo dele), da Coréia do Sul, tb fez uma incrível campanha, e especialmente um ótimo jogo contra o Chuan Chih Yuan, no seu típico estilo mais allround. Pena não ter vencido. O campeonato tb me provou o que todos os especialistas dizem: a maior chance de vencer chineses ainda se chama Timo Boll. A violência do alemão (quando jogando contra um jogador muito forte) é impressionante, especialmente no contra ataque, o que lhe rende um respeito imenso por parte dos jogadores chineses. Jogaço contra o Ma Long, e ouso dizer que se o Timo Boll tivesse fôlego para continuar na pressão que estava impondo, a história poderia ter sido diferente.
    Fora do meu assento na arquibancada, não fiquei muito focado em bastidores, mas muito se pode observar dali mesmo. Exemplo: o nível de concentração dos chineses é de fato bem maior, em toda a equipe. Nos momentos que antecedem os jogos estão todos muito sérios e pouco se falam sequer entre eles, o que não acontece tanto para os outros atletas / equipes de suporte. Sempre há pelo menos um técnico chinês observando criticamente os jogos da arquibancada. Na partida Xu Xin X Tiago Apolonia por exemplo, o Qin Zhijian estava assistindo o jogo ao meu lado, já que é como se fosse o técnico de referência do Xu Xin. Após os jogos, os atletas vêm buscar as informações destes caras, e neste caso foi ali mesmo, já que estávamos “à beira” da área de jogo. Outra coisa interessante é que quando a situação apertava para algum jogador da equipe chinesa, a equipe disponível toda vinha assistir da entrada do ginásio / saída da área exclusiva dos jogadores. E uma outra coisa que me chamou bastante a atenção: estava andando pelos corredores e lá estava a Zhang Yining (molecada que não conhece, procurem no Google hehehehehhe), dando entrevista a uma dupla de jornalistas, enquanto o público passava e nem se dava conta de que ali estava um dos grande nomes da história do esporte. Como o passar dos anos (e nem tantos assim, só 4) pode ser injusto, não é mesmo? hahahhahahaha.
    Jogadores simpáticos: Kalinikos Kreanga (mandou até um “hello Brazil” para ser gravado pelos meus colegas hehehehehh), Timo Boll (muito solícito e respeitado por TODOS), Vladimir Samsonov, Werner Schlager, Chen Qi (sempre fazendo palhaçada), Ma Lin (contido, mas atendia sempre que possível), Ma Long (muito tímido, mas diferente de boa parte da equipe chinesa, ao menos reagia quando alguém o chamava, nem que apenas com um aceno), Ding Ning, Li Xiaoxia, entre outros.
    Fica o pesar de ver a China afrouxando o nó em nome do próprio esporte. A final de duplas masculinas foi um exemplo disso, causando constrangimento a qualquer pessoa que entende um pouco deste contexto. Ainda que a intenção seja a melhor possível, é triste, de cortar o coração. E se isto me envergonha, ver a Kim Jong (Coréia do Norte) chorando como uma criança no alto do podium de duplas mistas, por outro lado, me deu um nó na garganta. Mistura de esporte, realização social, quebra de barreiras políticas, tudo num punhado de lágrimas.
    Aguardando por Tóquio 2014!

    Abraços!!!

    Alcir Zardetto Franzol

    Clube: Bunka São Bernardo do Campo

    Material: Tibhar Evolution MX-S (FH) / Tibhar Evolution FX-P (BH) / Butterfly Petr Korbel FL


    Eduardo
    Participante
    Eduardo

    Deve ter sido realmente fantástico ver tão de perto os icones do esporte que nós tanto amamos!!!
    Fico feliz por vc e obrigado pelas informações!!!
    Abçs e bem vindo!

Visualizando 13 posts - 316 até 328 (de 328 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.